quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Genealogia e o Milênio de Paz


Genealogia: uma obra fenomenal (A genealogia e o Milênio)

Poucas pessoas, mesmo dentre os membros da Igreja. percebem o alcance deste grande trabalho de História da Família (genealogia) na criação de um mundo futuro de paz entre todas as nações da Terra.
Milhões de pessoas, em todos os recantos do mundo, fazem pesquisa genealógica. Todos estão em busca de suas raízes ou origens ancestrais.
Sejam quais forem os objetivos que motivam as pessoas a fazerem genealogia, todos esses objetivos são altamente louváveis:
  • Alguns fazem genealogia porque acreditam que isso é um mandamento de Deus, para que possam ter suas famílias unidas por toda a eternidade, através da realização de uma cerimônia de união familiar (chamada de Selamento), por eles.
  • Outros fazer a pesquisa dos seus antepassados somente por curiosidade, para entender melhor as suas origens e assim conhecerem mais profundamente a si próprios.
  • Também existem os que estão em busca do reconhecimento de suas duplas cidadanias, o que pode proporcionar para eles novas oportunidades de trabalho em outros países ou simplesmente enriquecer de significado suas viagens de turismo internacional.
Um grande (o maior) objetivo da Genealogia
O resultado final deste grande trabalho de se fazer pesquisa genealógica por tantas pessoas em tantos países do mundo, é que, a longo prazo, poderemos ter uma grande Árvore Genealógica Mundial. Será mesmo uma gigantesca e única Árvore Genealógica, uma vez que o que todo genealogista sabe é que todos nós, habitantes do planeta Terra, somos primos. Em algum grau, todos nós, humanos, somos parentes!
Quem já conseguiu construir sua árvore genealógica de forma que esta tenha alcançado umas dez ou doze gerações de ancestrais, já percebeu que lá longe, no passado distante, as famílias vão se afunilando (diminuindo) e se “aparentando”.
O resultado, portanto, dessas pesquisas genealógicas, é o de aproximar todas as pessoas do mundo: aproximar pessoas de diferentes países por laços reais de parentesco verdadeiro.
Quando nós vamos descobrindo que são primos nossos que vivem em outros países (que hoje talvez sejam países inimigos, por algum motivo), geralmente teremos muito mais dificuldade em declarar guerra ou participar de guerras contra tais países, porque estaríamos conscientemente guerreando contra nossos próprios parentes.
Claro que existem exceções, como no conflito do Oriente Médio, onde primos não conseguem viver em paz: descendentes de Jacó e de Ismael são inimigos desde muito tempo atrás, por causa das terras da Palestina.
Temos esperança de que um dia tal inimizade acabará totalmente, de forma que haverá paz naquela parte do mundo, assim como em todo lugar haverá paz.
Paz Mundial
Uma paz mundial – que grande objetivo! Parece utopia, mas esse é justamente o que mais de um bilhão de pessoas acreditam hoje, e para um futuro que não parece mais muito distante!
Os cristãos creem que um Rei Justo, Jesus Cristo, retornará à Terra, dessa vez em grande poder e glória, e que Ele reinará por mil anos num glorioso Milênio de Paz.
E, certamente, o grande trabalho que está sendo feito por tantos milhões de pessoas, ao redor de todo o mundo, de descobrir e interligar as pessoas numa só grande Árvore Genealógica, faz parte importante desse projeto de preparação para o Grande Milênio do Senhor Jesus Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário