sábado, 26 de dezembro de 2015

Paz Interior Traz Felicidade Plena

(Artigo escrito por minha filha Francine)
http://osmormons.com/paz-interior-traz-felicidade-plena/
paz interior
Somente a paz no coração pode nos dar a verdadeira Felicidade, que é através da Paz Interior.
E como conseguimos essa paz com tantas coisas acontecendo a nossa volta?
Não permitindo que o barulho de fora abale ou interrompa o silêncio de dentro de nós, a paz de saber que tudo ficará bem no final.
…Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”
Como podemos viver no mundo sem deixarmos nos afetar por ele? Muita coisa hoje pode nos abalar e nos tirar o foco da Felicidade Plena que é a Vida Eterna.
Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”
João 14:27
Cristo nos deixou essa mensagem de que não importa o quanto tumultuado estejam à nossa volta, a nossa vida, os nossos pensamentos… Se tivermos nosso coração cheio da paz que Ele testificou através de seus ensinamentos, nada vai nos tirar essa paz de Espírito que é saber o propósito da vida, o Plano de Salvação, que tudo o que nos acontece tem um significado!
Essa vida é apenas passageira e Jesus é o piloto guiando nossa vida nessa viagem. Acabando a jornada a viagem não acaba, apenas muda o local de pouso. Dependendo de como agimos e o que deixamos ao mundo, e o que escolhemos em nossas vidas, aterrissaremos num lugar merecido, porque as bênçãos de Deus têm de ser merecidas!
Cada um de nós tem seus talentos, seus sonhos, seus testemunhos, suas escolhas. Todos somos pessoas individuais, assim como nossa Vida Eterna só depende de nós, e de mais ninguém.
O grande pensador e monge budista Dalai Lama disse muitas frases sobre a paz.
Descobri que o mais alto grau de paz interior decorre da prática do amor e da compaixão. Quanto mais nos importamos com a felicidade de nossos semelhantes, maior o nosso próprio bem-estar. Ao cultivarmos um sentimento profundo e carinhoso pelos outros, passamos automaticamente para um estado de serenidade. Esta é a principal fonte da FELICIDADE.”(Dalai Lama)
Quem se doa a favor do bem e da felicidade do próximo pode compreender como esse sentimento é verdadeiro. Como pode acontecer às mães, os pais, os líderes religiosos, os missionários, os voluntários pelo mundo (exemplo: médicos e enfermeiras do programa Médicos Sem Fronteiras), as pessoas comuns que doam seu tempo dando alegrias aos hospitais ou instituições, etc.
Eu nunca senti tanto amor, compaixão e empatia na minha vida como senti na minha missão!
Aprendi a importância de OUVIR. Que muitas vezes apenas ouvir é mais importante que falar. Só ouvindopodemos compreender as pessoas e ajudá-las a sentir paz, assim também é com cada um de nós.
Também aprendi a não ter medo do silêncio. O silêncio às vezes é nosso maior conselheiro!
Ajudar as pessoas e ajudá-las a resolver seus problemas e dúvidas foi um privilégio. Assim como me ajudaram também a resolver os meus e a crescer mais espiritualmente e como pessoa.
Somente quando estamos dispostos a fazermos outros felizes e a encontrarem a paz é que encontramos a nossa própria paz e felicidade. Nada pode nos deixar mais feliz quanto fazer alguém feliz.
Ensina-os a nunca se cansarem de boas obras, mas a serem mansos e humildes de coração; pois esses acharão descanso para sua alma.” (Alma 37:34)
Todos os dias nós podemos ajudar alguém, mesmo que seja nós mesmos. O valor das almas é grande para o Pai Celestial, em especial a nossa. Quando somos calmos e pensamos no outro antes de falar e agir, teremos o coração tranquilo.
Eu estou tendo dificuldade nisso ultimamente. Ser calma e pensar antes de falar para não magoar quem mais amo. São tempos difíceis e conturbados. Permanecer calma e não me estressar com os problemas que aparecem não é fácil.
Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho… Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal… Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.” (Salmos 37:7-8, 11)
Temos então que confiar no Senhor e esperar pelo melhor. Esperar que a tempestade passe e apareça o arco-íris. Permanecendo calmos nas tribulações nos será compensado com abundância de paz. Com certeza vale a pena nos esforçarmos para nos mantermos sempre tranqüilos.
Pois o futuro o Pai Celestial conhece, não precisamos ter medo, só esperar pelo melhor!
Não permita que o comportamento dos outros tire a sua paz.” (Dalai Lama)
Eu particularmente não gosto de assistir televisão, para não ver as notícias. Uma decisão que tomei por ficar sempre perturbada com as tragédias que mostram, tragédias feitas pelos homens na maior parte das vezes, raramente mostram coisas boas. Então desde o ano 2000 parei de ver as notícias ou jornais. Não que isso seja errado. É importante saber o que acontece no mundo.
Mas prefiro saber por palavras de outros (amigos ou parentes que comentem) do que ver com meus olhos o que acontece no mundo.
Isso me tira a paz muitas vezes:saber do que um homem é capaz de fazer ao outro.
Não podemos deixar que o mal dos outros tire a nossa paz do dia-a-dia e que desviem a atenção de nossas prioridades. Do que realmente importa nessa vida. O mal sempre vai existir para nos provar, atrapalhar, nos fazer tropeçar… O importante é sempre levantar e continuar essa jornada.
Jamais desista de lutar nessa batalha contra o mal, contra o barulho ensurdecedor que o mundo faz para nos desviar de nosso caminho e de nossas conquistas.
As conquistas diárias nos levam a vitória final! Passo a passo…
Que neste Natal possamos pensar nisso. Descobrir o que nos dá paz interior e lutar então para alcançá-la e compartilhá-la não só agora nesta época especial, mas mantê-la por todo o ano que vem a seguir.
Que 2016 seja um ano de muita conquista para nossa paz de coração, paz de alma e real.

Nenhum comentário:

Postar um comentário